fbpx

Queijo de castanha de cajú curado

0 0
Queijo de castanha de cajú curado

Share it on your social network:

Or you can just copy and share this url

Ingredientes

Ajustar Porções:
1 Xícara Castanha de cajú
1/4 de xícara Rejuvelac
1 colher (sopa) Missô Pode substituir por sal comum.
  • Porções 4
  • Medium

Ingredientes

Sobre a Receita

Share

Esse foi apenas um dos muitos testes que ando fazendo para a produção de queijos. Não me agrada muito queijos com espessantes artificiais e muitos ingredientes. Alguns deles ficam parecendo mousse e com aspecto gelatinoso. Esse queijo é fermentando com um agente natural (nesse caso usamos o rejuvelac) e o processo de cura dele se dá todo na geladeira.

No passo-a-passo vou explicando melhor cada etapa. Espero que gostem e testem em casa.

Etapas

1
Terminado

Cubra as castanhas de caju com água e deixe descansando por 8h ou de uma noite para outra. O ideal é que você use uma castanha de caju de boa qualidade, inteira e sem sal.

2
Terminado

Escorra a castanha numa peneira e leve ao liquidificador com os demais ingredientes.
Nesse momento, você terá que parar algumas vezes para ajudar com uma espátula e limpar as paredes do aparelho. Dependendo da potência do seu liquidificador, você precisará de mais rejuvelac. Vá colocando bem aos poucos, até conseguir bater a castanha para que ela fique com essa consistência. Quanto menos líquido tiver na sua massa, melhor. Prove a massa, e acerte o sal conforme seu gosto.

3
Terminado

Depois de bater a massa, despeje sobre um voal limpo e seco.

4
Terminado

Feche o voal com a massa dentro e sem apertar, coloque sobre uma peneira ou escorredor e guarde em um local escuro. Pode ser dentro de um armário ou no forno do seu fogão. Deixe ele lá quietinho entre 24h e 48h. Não deixe mais de 48h, pois corre o risco do seu queijo mofar. Esse tempo é importante para que o queijo comece seu processo de fermentação.

5
Terminado

Passado o período de fermentação, retire a massa do voal e coloque sobre o papel vegetal. Dê o formato ao queijo que você quiser, pode ser uma bola, ou deixar ele mais achatadinho como eu fiz na foto ( Se você tiver aqueles aros de confeitaria, melhor ainda). É nesse momento que você vai decidir se quer dar uma cor ou sabor a mais no seu queijo. No meu queijo (foto) eu polvilhei com páprica defumada. Você pode escolher outro tempero (Açafrão por exemplo) ou ervas secas (como orégano, manjericão). Seja generosa, polvilhe muito até cobrir toda a parte de cima, laterais e parte de baixo. Não deixe nenhum parte branca do queijo aparecendo. Termine de enrolar seu queijo no papel vegetal.

6
Terminado

Forre um caixa de papelão (devidamente limpa) e cubra com bastante papel toalha. Ele vai sugar toda a umidade do queijo durante o período de 30 dias.

7
Terminado

Acomode gentilmente seu queijo na caixa de papelão. Cubra com mais folhas de papel toalha, feche a caixa e leve a geladeira. Dê preferência a parte de baixo da geladeira, onde a temperatura é menor.

8
Terminado

Você pode fazer um quejo meia cura (15 dias) ou curado (mínimo 30 dias). Quanto mais tempo ele ficar na geladeira, mais acentuado vai ficar o sabor e mais durinho ele fica.
No período escolhido por você, é importante que todos os dias você vire o queijo e troque o papel vegetal e papel toalha se já estiverem úmidos. Essa foto é meu queijinho já no segundo dia, começando a ficar firme. Depois dos 30 dias, após 30 trocas de roupas dessa pequena criança, está pronto para consumo.

anterior
Bolo de fubá com goiabada
próximo
Cheesecake de amendoim com chocolate
anterior
Bolo de fubá com goiabada
próximo
Cheesecake de amendoim com chocolate

Add Your Comment